08/02/2018

Reforma tributária na França atinge lucro do Société Générale

Por Dow Jones Newswires

Fonte: Valor Econômico

PARIS - O Société Générale informou nesta quinta-feira (8) que o lucro
líquido do quarto trimestre caiu significativamente devido ao impacto de
itens extraordinários.
O terceiro maior banco francês reportou um lucro líquido de 69 milhões de
euros (cerca de US$ 84,6 milhões), uma queda de 82% na comparação com
o mesmo período do ano passado. Analistas previam prejuízo de 300
milhões de euros. As receitas cresceram 3%, para 6,32 bilhões de euros.
Os itens extraordinários pesaram nos resultados do quarto trimestre,
incluindo um encargo de 416 milhões de euros relativo às reformas
tributárias na França e nos Estados Unidos.
As despesas operacionais do grupo também foram impactadas por itens
extraordinários, como um encargo de 390 milhões de euros relativo à
reestruturação das operações de varejo na França.
O capital de nível 1 caiu para 11,4% até ao final de dezembro, face a 11,7%
no trimestre anterior.
BNP
Na terça-feira (6), outro banco francês, o BNP Paribas, havia divulgado seus
resultados. O lucro líquido foi de 1,43 bilhão de euros no quarto trimestre,
com queda anual de 1,1%. As receitas diminuíram 1,2%, para 10,53 bilhões
de euros, "devido a um efeito cambial adverso", disse o banco.
O BNP reiterou as metas para 2020 e tem como alvo um retorno sobre o
patrimônio (ROE) superior a 10%.