27/02/2018

Janeiro tem maior receita em três anos

Por Edna Simão e Fábio Pupo | De Brasília

Fonte: Valor Econômico

Puxada pela receita com o novo Refis, aumento da alíquota do PIS/Cofins
dos combustíveis e retomada da economia, a arrecadação de impostos em
janeiro somou R$ 155,6 bilhões. Houve um aumento real de 10% em
relação a janeiro do ano passado e a receita foi a maior desde janeiro de
2014.
Para mostrar que a expansão é sustentável, a Receita excluiu os principais
fatores não recorrentes e de alterações na legislação: o Programa de
Regularização Tributária e Parcelamento de Dívida Ativa, que rendeu R$ 7,9
bilhões, e o aumento da alíquota de PIS/Cofins sobre combustíveis, que
obteve R$ 2,5 bilhões. Mesmo descontados esses valores, o aumento real
foi de 2,36%.
Segundo o chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros da Receita,
Claudemir Malaquias, a alta de 2,36% resulta, em grande parte, da maior
produção industrial.