09/02/2018

Incêndios e reforma tributária nos EUA puxam prejuízo da AIG no 4º tri

Por Dow Jones Newswires

Fonte: Valor Econômico

NOVA YORK - A AIG registou um aumento do prejuízo no quarto trimestre,
com o conglomerado global de seguros fortemente penalizado pelos
grandes incêndios que afetaram a Califórnia no ano passado e pelo nova
legislação tributária dos EUA. O montante somou US$ 6,7 bilhões no
período.
A companhia registrou US$ 762 milhões de perdas no trimestre
relacionadas com catástrofes, dos quais US$ 572 milhões devem-se aos
incêndios na Califórnia. A seguradora contabilizou US$ 4,2 bilhões de
perdas relacionadas com catástrofes em 2017, um valor recorde para a
empresa e três vezes superior ao do ano anterior.
O prejuízo de US$ 6,7 bilhões (US$ 7,33 por ação) no quarto trimestre foi
maior do que o resultado negativo de US$ 3,04 bilhões (US$ 2,96 por ação)
no mesmo período do ano anterior. Já o lucro ajustado após impostos foi
de US$ 526 milhões (US$ 0,57 por ação), em comparação com um prejuízo
de US$ 2,79 bilhões (US$ 2,72 por ação) nos últimos três meses de 2016.
O prejuízo líquido registado no quarto trimestre de 2017 inclui um encargo
de US$ 6,7 bilhões relacionado com a nova legislação tributária dos EUA,
que alterou os chamados impostos diferidos.