Os políticos e as contas de campanha

Por Leonardo Pietro Antonelli

Todo candidato a cargo eletivo, em qualquer nível, eleito ou não, tem de apresentar à
Justiça Eleitoral, depois de encerrada a disputa, em forma contábil e pormenorizada, a
relação dos recursos recebidos e dos gastos efetuados na campanha. Essa prestação de
contas é o instrumento do qual dispõe o Judiciário para fiscalizar a movimentação
financeira do processo eleitoral e a aplicação das leis que visam a assegurar o equilíbrio
da disputa, como, por exemplo, aquela que coíbe o abuso do poder econômico.

Leia aqui o artigo na íntegra.