Novas medidas para a reforma agrária

Por Jorge Mesquita:

Diante da inclinação do governo por uma nova política sobre as questões fundiárias, os
movimentos fundiários, liderados pelo MST, decidiram antecipar invasões pelo país, em
uma ação denominada "Janeiro Quente". Normalmente essas invasões ocorrem no
chamado "Abril Vermelho", em protesto às mortes ocorridas Eldorado do Carajás.
Segundo o MST, as medidas buscam a abertura de um diálogo com o governo,
reivindicando: a atualização dos índices de produtividade, assentamentos das famílias,
investimentos em agroindústria, biodiesel e agricultura familiar; mudança do Decreto
433, implantação da Universidade da Reforma Agrária, dentre outras reivindicações.

Leia Aqui o artigo na íntegra